Notícias

Notícias

07/07/2011

Siemens e Chemtech anunciam a conquista do CT no Parque Tecnológico da UFRJ

No início do mês de julho, o CEO da Siemens Mundial, Peter Löscher, anunciou no Palácio Guanabara no Rio de Janeiro o plano de investimentos em pesquisa e desenvolvimento para o Brasil. Dentre estes investimentos, está a criação do novo Centro Tecnológico Siemens-Chemtech, no Parque Tecnológico da Ilha do Fundão.


De acordo com Löscher, a Siemens, que nos últimos cinco anos inaugurou oito fábricas, pretende crescer ainda mais investindo até 2016 cerca de US$ 600 milhões na expansão das atividades de tecnologia e inovação e em novas fábricas no País. ”O Brasil é um dos motores da economia global e esta tendência vai se manter nos próximos anos. O novo centro de pesquisa e desenvolvimento no Rio de Janeiro é um marco desta nova fase de crescimento no Brasil”, afirmou Peter Löscher, CEO Global da Siemens.

Roberto Leite, diretor de P&D da Chemtech, ainda afirma que o novo Centro traz um enorme potencial de transformação e potencial para a Chemtech. “A Siemens e Chemtech seguem um modelo de inovação aberta e pretendemos contar com a UFRJ como um parceiro estratégico para as atividades de pesquisa, primeiramente em demandas no Brasil e, a longo prazo, em demandas globais”, comentou Leite, um dos responsáveis pela conquista.

Para conquistar o novo centro no Parque Tecnológico na Ilha do Fundão, a Siemens em parceria com a Chemtech passou por um rigoroso processo seletivo. No terreno de 4000 m², a empresa irá construir uma edificação baseada nos mais modernos padrões de eficiência energética e sob os requisitos da certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design). O Centro de P&D irá abrigar cerca de 800 profissionais, entre engenheiros e pesquisadores, que vão atender às demandas de desafios tecnológicos para o pré-sal e todo o setor de óleo e gás.
 

Voltar para o topo